Socialização como ferramenta de aprendizagem

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

A vida escolar da criança se inicia e com ela momentos de conflito. Os Pais sofrem muito, pois aquela criança que vivia rodeada de carinho e proteção familiar cresceu e estará exposta a muitas situações novas. É um orgulho para os Pais, mas este momento vem acompanhado de muitos impasses.

Será que a Escola irá trazer alguma contribuição para o desenvolvimento do meu filho? Ou em casa sob a proteção da família ele poderá ser igualmente estimulado?

É bom deixar claro que a relação entre Escola e Família não pode acontecer como uma disputa. A Escola tem um papel específico e significativo na formação da criança e as duas situações, casa/família, se complementam.

O primeiro contato social que a criança participa é a família, é de onde se recebe valores éticos e morais, noções de regras e limites, através do qual a criança aprende a fazer suas escolhas, a ter atitudes, onde recebe acolhimento e amor.

A Escola ocupa o segundo (lugar) grupo social. É um ambiente que oferece a possibilidade de uma maior socialização, pois a criança encontra outras crianças da mesma faixa etária, que contribui para o seu desenvolvimento. Crianças que compartilham os mesmos interesses e trocam as mesmas experiências. São supervisionadas por um profissional, o Professor, que lhes ensinam a brincar em grupo, a compartilhar um brinquedo, a se comunicar, se fazer entender e lutar pelos seus interesses. As crianças discutem e discordam e neste momento existe um investimento emocional dos pequenos para solucionar suas divergências mediadas por nós, Professores. Intervimos para que eles consigam diferenciar a Escola de outros ambientes como uma festa infantil ou uma pracinha.

Quando provocamos a criança na socialização, nós lhe desafiamos, o estimulamos a pensar, a se colocar no lugar do outro e com isto a criança desenvolve habilidades múltiplas, amplia seu vocabulário, se expressa mais, exercita a criatividade, faz descobertas.

O mais importante de tudo isso: ela percebe que não está mais sozinha. Ela percebe que tem amigos!

3 Comments
  • edilaine
    Posted at 17:56h, 16 maio Responder

    Silvia também concordo que escola e família devem trabalhar juntos, só assim o trabalho será bem feito!

  • Tharcila
    Posted at 14:29h, 25 janeiro Responder

    Estava lendo as circulares “Adaptação” e “Minha Passagem do Berçário para o Maternal 1”, quando vi o Post da Profª Silvia “Socialização como ferramenta de aprendizagem”. Neste momento vou viver pela segunda vez a adaptação de um pequeno que já está indo para o Maternal 1 e pela primeira vez a adaptação de um mocinha para o Colégio do Tremembé. São momentos diferentes, ao mesmo tempo iguais, pois trazem a insegurança para a criançada. Mas, tendo como base a Petilândia e o Colégio do Tremembé, com pessoas MEGA COMPETENTES como a Simone e a Lídia, e claro, toda equipe, a insegurança vai embora rapidinho tomando conta a alegria de viver … Obrigada por vocês existirem !!

    • admin
      Posted at 14:26h, 05 março Responder

      Tharcila,
      tudo isso só é possível porque temos pais/mães como você fazendo essa parceria tão boa conosco!
      Obrigada!

Post A Comment

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×